Gerenciamento de Riscos: Conheça 5 processos da ISO 27001

O gerenciamento de riscos certamente é a parte mais complexa da implementação da ISO 27001. Sem essa etapa você não saberia onde concentrar seus esforços de segurança da informação, o que significa que perderia algo importante.


Felizmente, este processo pode ser simplificado. Se você não o complicar com elementos desnecessários, ele pode ser concluído em um tempo aceitável e com um esforço razoável. Além do mais, você ficará bastante surpreso com o que aprendeu sobre sua empresa neste processo.


Continue a leitura do artigo e conheça os processos para o Gerenciamento de Riscos com base na ISO 27001 ideal para pequenas e médias empresas.



Gerenciamento de Riscos


As empresas devem identificar os riscos e oportunidades que precisam ser priorizadas. Esta é a única forma de evitar a ocorrência de incidentes e, ao mesmo tempo, atingir outros objetivos do SGSI (Sistema de Gestão de Segurança da Informação) definidos pela ISO 27001.


Os riscos referem-se a eventos indesejados que podem ter impacto negativo na segurança da informação e, portanto, na empresa, como uma inundação que pode destruir informações em papel. Oportunidades referem-se às ações que a empresa poderia realizar para melhorar a segurança da informação, como a contratação de uma equipe especializada que faria um trabalho melhor do que alguém sem habilidades.


As oportunidades também podem significar um crescimento dos riscos, se isso fizer sentido para os negócios. Por exemplo, há uma década, a maioria dos bancos introduziu o Internet Banking, embora isso significasse aumentar os riscos de segurança.


Processos de Gerenciamento de Riscos


A avaliação e o tratamento de riscos (juntos são chamados de gerenciamento de riscos) são as etapas mais importantes no início de seu projeto de segurança da informação, eles definem a base para a segurança da informação em sua empresa.


A questão é: por que eles são tão importantes? A resposta é bastante simples, embora não compreendida por muitas pessoas, a filosofia principal da ISO 27001 é descobrir quais incidentes podem ocorrer (ou seja, avaliar os riscos) e, em seguida, encontrar as formas mais adequadas para evitar tais incidentes (ou seja, tratar os riscos). Além disso, você também deve avaliar a importância de cada risco para que possa se concentrar nos mais importantes para o seu negócio.


Embora o gerenciamento de riscos seja um trabalho complexo, muitas vezes é desnecessariamente abstraído. Estas cinco etapas básicas irão esclarecer o que você deve fazer para iniciar o gerenciamento de riscos em sua empresa.


Metodologia de Avaliação de Risco


Esta é a primeira etapa do seu projeto de gerenciamento de riscos. Você precisa definir regras sobre como vai realizar a avaliação e o tratamento de riscos. Um dos maiores desafios com o gerenciamento de riscos acontece quando diferentes partes da organização o executam de maneira diferente. Portanto, você precisa definir quais escalas você usará para avaliação qualitativa, qual será o nível de risco aceitável e entre outros detalhes.


Implementação da Avaliação de Risco


Depois de definir as regras, você pode começar a descobrir quais potenciais problemas podem acontecer com o seu negócio. Normalmente você irá listar todos os seus ativos, ameaças e vulnerabilidades relacionadas a esses ativos, avaliar o impacto e a probabilidade de cada combinação de ativos / ameaças / vulnerabilidades, e, finalmente, calcular o nível de risco.


Implementação do Tratamento de Risco


Claro, nem todos os riscos são iguais. Você deve se concentrar nos mais importantes, os chamados “riscos inaceitáveis”. Existem quatro opções que você pode escolher para mitigar cada risco inaceitável: aplicar controles de segurança, transferir o risco, evitar o risco ou aceitar o risco.


Declaração de Aplicabilidade


Este documento realmente mostra o perfil de segurança de sua empresa. Com base nos resultados do tratamento de risco, você precisa listar todos os controles que implementou, por que os implementou e como.


Plano de Ação


O objetivo deste documento é definir exatamente quem vai implementar cada controle, em que prazo, com qual orçamento e outros detalhes.



Considerações Finais


É muito importante compreender que essas cinco etapas precisam ser executadas sequencialmente. Por trás de qualquer projeto ou empreendimento de sucesso existe um bom planejamento. Um planejamento é considerado coeso quando os processos de negócios da sua empresa são alinhados de acordo com os requisitos da ISO 27001. Para tal, é necessário muito conhecimento sobre o seu próprio negócio e ser capaz de relacionar com os requisitos da norma.


Além disso, o gerenciamento de riscos deve ser encarado como um programa contínuo de evolução e não apenas como um projeto desenvolvido de forma isolada. Assim, é necessário dedicação e flexibilidade da sua empresa para a conformidade completa.


Em geral, as empresas devem dedicar cerca de um ano para se tornarem compatíveis e certificadas com os requisitos da ISO 27001. A jornada de conformidade envolve várias etapas. A RS Data Security é especialista na jornada de conformidade com a ISO 27001 e LGPD. Nossos consultores possuem certificações reconhecidas internacionalmente e possuem a experiência necessária para encurtar a jornada em busca da conformidade.


Entre em contato com um dos nossos consultores e comece hoje mesmo seu projeto de conformidade com a ISO 27001 e LGPD.

51 visualizações0 comentário